terça-feira, 8 de novembro de 2011

coisa de criança...


Todos nos admitimos regras, leis, doutrinas, dogmas...tentamos nos encaixar, não admitimos falhas, mas talvez a grande falha seja tentar ser melhor que algo, ou que alguém, o que é melhor é comparável, e o que é comparável algo tem de semelhante, mas no momento em que se faz algo, sem pensar em ser melhor ou maior, abre se a oportunidade do incomparável, do inovador, do inesquecível, e deixa se para os outros a tarefa de superar.
... a criança correu, aos pulos... olhou a garota triste sentada com as mãos na cabeça e sorriu, não apenas o sorriso puro de criança, mas aquele sorriso que contem toda sabedoria do mundo.
pq choras? perguntou a criança...
-acho que vc não entenderia, alguém importante foi tirada de mim.
-puxa vida, e quem foi que tirou ela de vc?
-ninguém garotinha, ela simplesmente se foi.
-e foi pra um lugar ruim?
claro que não, era tão inocente, deve estar no melhor lugar possível!
- e pq choras então?
-pq sinto falta oras, ela era meu sonho, eu estava tão feliz...
-antes de ir ela parecia feliz?
a garota sorri se lembrando...
-sim, acho que sim, ela era bem serelepe e especial...
-pois bem, voce certamente era o sonho dela, e tambem devia estar serelepe pois também é especial, e ambas estavam felizes... voce disse que ela foi pra um lugar melhor né?
intrigada com o raciocínio a garota diz:
-sim
-pois bem, com tudo o que ela tinha aqui... se ela conseguiu um lugar "ainda" melhor... tenho certeza que vc esta chorando de feliz, e se não for, que pena, um sorriso teu me faria feliz, imagine a ela...
a garota sorriu. e a criança continuou correndo, ate desaparecer no horizonte...

2 comentários:

Anne Luka disse...

Não sei se era pra chorar ou pra sorrir... me ocorreu os dois... ao mesmo tempo rs

Marianne Luise disse...

quase três anos depois e eu ainda me toco e desentoco algumas lagrimas... Que coisa é essa fechando a minha garganta? Te amo!