terça-feira, 3 de novembro de 2015

post de niver

Bom, hoje é meu niver, e gosto de relembrar como foi essa data em outros anos. Hoje isso se fez particularmente triste, e único...
Tenho muitos "amores" nessa vida, poucos deles considero realmente como merecedores de tal alcunha, e meus aniversários mostram justamente o quanto tais pessoas são unicas.
Claro que minha família é minha base fundamental, e alguns fatos recentes nos uniram ainda mais, pois família nunca se abandona, e minha família esteve comigo em cada evento da minha vida, sejam bons ou ruins.
Mas hoje tenho algumas histórias pra contar sobre aniversário, não todas, mas algumas que preciso pra mostrar o quanto alguns amores/amigos construíram seus espaços na minha vida, e pq são tão importantes.
Começo pela leitora numero 1 deste blog, temos poucas historias de aniversario juntos, mas é tão evidente nossas divergências e nossas semelhanças, que dificilmente alguem deixa de reparar que fazemos aniversário com 1 dia de diferença apenas.... eu me vejo nela tantas vezes e me sinto uma pessoa incrível se me parecer mesmo que seja muito pouco com o que vejo dela.
Não consigo falar de aniversário e de amiga sem citar a Ale, ela esteve presente nos aniversario mais épicos, dois deles foram organizados justamente por ela. Fora isso, ela permaneceu, sempre esteve ali por perto.
dois destes aniversários merecem especial referencia, num deles a protagonista foi uma outra pessoinha que talvez eu não possa citar o nome sem fazer um carnaval imenso, então, sem nome.
A festa foi na casa da Alessandra, era um tipo de halloween, e todos meus amigos estavam ali, quase todos na verdade, mas muitos deles. Foi minha primeira festa assim em toda minha vida, mas em determinada altura, mesmo com tudo saindo perfeito, eu tava vazio, faltava alguém, um único alguém, um único abraço... não me lembro bem se estava chovendo, mas aos 49 do segundo tempo, eis que surge um vulto na esquina, andando um pouco desengonçada... era a visão perfeita, era o que faltava, e sem que ng saiba eu chorei pq estava feliz... o resto da historia fica em off.
Outra situação na qual a lele estava perto, é uma das que me levou a escrever este post longo... em 2013, a juju (que Deus a tenha) me encomenda um bolo de morango, pra buscar justo no dia do meu niver que eu iria trabalhar... fiquei um pouco triste pq eu queria entregar em mãos mas ela marcou de pegar num horário que eu não estaria lá ainda... SURPRESAAA, era uma festa surpresa pra mim, a ju tinha encomendado de mim o meu bolo de aniversário... Sabendo que a grande alegria da ju era fazer alguem de bobo, imaginem a carinha dela!!!
O incrível Tofinho, presente da Juju, lembrando que o niver era meu (dez dias atrasado) uhauhau
2014 tb comemorei junto com ela de certa forma, ela saiu do coma dia 2 de novembro, em tempo de me deixar feliz... esse ano, digamos que deu ruim pra mim, mas me sinto extremamente feliz de ter tido a chance de entre bilhões de pessoas nesse mundo, ter a família que eu tenho, os amigos que eu tenho, a ju que eu TENHO... enfim, vou colocar umas fotinhos nesse post pra deixar mais legal...
Mila, Ale e eu saindo da visita a ju ano passado!

Bolo que a ju encomendou de mim para mim, uhauhauha
 Enfim, ainda tenho algumas coisas pra postar aqui, mas faço isso depois...





3 comentários:

disse...

Poxa, só pq nunca comemorei seu aniversário com vc não tenho direito a foto? Buá buá...

Alessndra C Perini disse...

Adorei

Glaucia Castro disse...

Eu me lembro da surpresa desse bolo, ela me contou e realmente rindo muito pq iria te fazer de bobo.. Mana, sendo Mana....seu jeito lindo e único de demonstrar seu amor por nós!