sexta-feira, 10 de junho de 2011

...Ainda sobre amor...

Bom! Ainda sobre amor, existe no mundo sensação melhor que a primeira vez que a pessoa que você ama declara amor a você? Claro que todas as vezes são importantes mas, sou uma pessoa que valoriza muito as primeiras vezes de qualquer coisa, primeiro beijo, primeiro olhar, primeiro porre, primeira risada, primeiras palavras, primeiro frio na barriga...
Admito que não há amor a primeira vista pois amar envolve conhecer, defeitos e qualidades, vícios e virtudes e ama los igualmente pois os mesmos diferenciam a pessoa mais especial do mundo pra você de todas as outras, mas os primeiros momentos, dias, meses são talvez os mais meigos, fofos e intensos. Ainda que nesse momento ainda não seja propriamente um “amor”, um “eu te amo” mostra que o elemento fundamental para um amor já existe, tipo a faisca do isqueiro, ela ainda não é necessariamente fogo, mas sem ela o fogo não vai acender...
Acho valido lembrar que nem tudo que eu escrevo tem a ver comigo, isso para o caso de algum abelhudo  desavisado tentar fazer ligações entre minha vida e meu escrito aqui. Kkkk, mas também acho valido lembrar que sempre há a possibilidade de o que eu escrevo ter muito a ver comigo, mas isso (só quem deve vai saber) só o tempo dirá.
Finalmente, só por curiosidade, quem foi o puto que colocou o dia dos namorados no periodo mais frio do ano? Nunca ficou solteiro né? SEU MARDITO (homenagem ao tiu André)

10 comentários:

Pamela disse...

Doug gostei do seu blog...
Um escritor é um eterno apaixonado... por alguém em especial, pela leitura, pela vida etc.
Me vejo tbm num momento, escrevendo, tenho dúvidas se escrevo ou não poesias... há momentos de inspiração e há momentos de reflexão...
Grande abraço!
Mta inspirações pra vc!
Pamela

...:::Cursed Sun:::... disse...

Não é só quando se ama que as pessoas viram poetas, coisas ruins também nos inspiram entre varias outras coisas...poeta naum se faz soh de amor!!!###Fato#####

Anne Luka disse...

Que coisa fofa em?? Ufa... Parece que o poeta melancólico deu um espacinho para o poeta meigo e apaixonado que existe em você... Sabia que no fundo no fundo no fundo... bem no fundo, tipo la no fundo mesmo... mas bem no fundo. risos.. você tinha um pingo de otimismo no seu sengue.. E não fala mal do tio que inventou o dia dos namorados... Coitadinho dele.. Não deve ser brasileiro.. risos... Se fosse teria a ideia no verão.. hehehe

Anne Luka disse...

E, bem.. Poeta que é poeta encontra inspiração em todos os lados.. No amor e na dor... Na guerra e na paz.. No... Bem vocês entenderam.. rs

ALly DizZzy disse...

Owwwnnn, que fofo! :)

Também valorizo os "primeiros". São sempre eles quem ficarão na memória, e são sempre eles os mais deliciosos de se lembrar! Os demais momentos só se eternizam se forem de fato, dignos disso! Os primeiros têm uma magia única! :)

Amei seu blog! muito fofinho!!
Beijinhoss

Emily disse...

Mas se pá o amor não acontece quando pensamos nele, muito menos por pensarmos nele. Ele simplesmente acontece. Conhecer ou não conhecer, aceitar defeitos ou qualidades...são consequências de amar, não que seja exatamente o amor e si.

Oo

entendeu alguma coisa?
huauhahaa

miesterludi disse...

nao, uhauhauhauhauhauhauhauha, mas vou tentar entender... me de algumas horas uhauhauha

Maaite disse...

Hmmm doug... gostei hein!
Não quer dizer que tenha a v comigo lalala
Mas concordo, as primeiras coisas são importantes e inesquecíveis!
E sempre ficará guardado na memória

Emily disse...

uahuahuahuhauhuahauhuahauahu

aiaiai.

pô, pode 'linkar', fique a vontade.
Corujas são incríveis mesmo. Eu tbm sou bem fã delas, apesar de não tem nenhuma tatuagem a respeito..rsrs Alias, fiquei curiosa pra ver a tattoo; tem foto? huahuaha

Vlw pelos coments, tá sendo massa receber sua visita por lá...visite sempre mesmo. ^^

\o

Emily disse...

ter nenhuma*